Ulisses Maia, meio século…

… assim como JN. Um dia após a primeira edição do Jornal Nacional ter ido ao ar, respirou pela primeira vez sem ajuda de sua mãe, na atual existência, Ulisses Maia.

Se os cinquenta anos do JN merecem tanta comemoração, o mais importante jornal do país, os de de Ulisses Maia, o maringaense mais importante da atualidade, devem ser igualmente comemorados.
A reencarnação de Ulisses começou no final de 1968, mas a preparação certamente ocorreu muito antes, embora ele não lembre, como quase de nenhum de nós tem acesso as essas informações. O certo é que ele, provavelmente veio com a missão de atuar na política, como já revelava aos 12 anos , quando furou a segurança e foi ao lado do General Figueiredo, a último presidente militar (aqui).
Caro Ulisses, 50 anos representam meio século e parece muito, se levarmos em conta de a existência humana pode chegar 80, 90, 100, não mais que isso. Muitos dizem que a ‘vida é curta’ e é preciso aproveitar, mas sabemos que a vida é eterna e 50 anos representam fração de segundos. Você tem uma missão importante e mais que prestar contas ao TCE, terá que prestar contas a Deus, como disse o ex prefeito Silvio Barros II, em discurso para mais de 3.500 prefeitos naquelas marchas, em Brasília. Somos imperfeitos e uma das maiores imperfeições que quase todos temos são orgulho, vaidade e egoísmo. Cuidemos, para esses monstros não nos levem à derrocada.
Parabéns. Saúde, paz, harmonia e equilíbrio. Que seja receptivo às bênçãos que estão à disposição de todos nós e que muitas vezes não conseguimos captar, justamente por causa do orgulho, vaidade e egoísmo e sermos influenciados negativamente por próximos, com interesses nem sempre ‘republicanos’, para dizer ao mínimo. Que sua existência atual seja considerado um sucesso, quando tiver que voltar ao Mundo Espiritual e esperamos que isso demore a acontecer. Parabéns a você, nesta data… muitas felicidades e e muitos anos na atual existência.
Akino Maringá, colaborador

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

Deixe seu pitaco