Dois paranaenses punidos

Dois paranaenses, entre eles o londrinense Filipe Barros (foto), estão entre os quatro deputados do PSL punidos por conta da crise entre o presidente Bolsonaro e Luciano Bivar.

Além dele, Aline Sleutjes, Carlos Jordy (RJ) e Alê Silva IMG) perderam seus cargos em comissões e nas lideranças, segundo o líder do partido na Câmara, Delegado Waldir (GO). Filipe Barros, da ala olavista do partido, era vice-líder do PSL na Câmara e titular na CPMI das Fake News. Carlos Jordy perdeu cargos na liderança do partido. Aline Sleutjes participa de algumas comissões, mas não tem nenhum cargo importante. A informação é de Natália Portinari, de O Globo.

PS – Bolsonaro deu uma compensação à paranaense Aline Sleutjes , que foi nomeada vice-líder do governo. Já O Estadão informa que Bolsonaro quer uma auditoria no PSL, a quem acusa de autoritarismo.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.