LGU: encerrado o debate
entre a Seti e as universidades

Os reitores das universidades estaduais receberam, semana passada, documento encaminhado pelo superintendente-geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Aldo Nelson Bona, que encerra o debate em torno da LGU em nível de Seti.

No documento ele agradece as contribuições à Lei Geral das Universidades e informa que grande parte das proposições, “ainda que com forma diversa, foram aproveitadas no texto da minuta de lei”. No entanto, a informação que circula nas instituições públicas de ensino superior é de que o projeto com a versão oficial já está na Casa Civil, aguardando a assinatura de Guto Silva, e de que poucas sugestões foram acatadas.
“A minuta que encaminhamos em anexo é resultado de mais de três meses de intenso debate entre técnicos da Seti e das universidades. É a síntese das contribuições da comunidade acadêmica que se dispôs a refletir sobre a conjuntura e o futuro do Ensino Superior Público do nosso Estado.
Em qualquer processo de construção coletiva as divergências afloram e não seria sensato esperar consenso entre os atores envolvidos. No entanto, acreditamos que juntos vamos consolidar um verdadeiro sistema de instituições universitárias, pautado por critérios públicos, pela transparência na busca da equidade interinstitucional, criando mecanismos indutores de qualidade e gerando indicadores de fácil mensuração e plenamente auditáveis, que contribuirão para eliminar as assimetrias existentes entre as IEES”, diz o ofício (aqui).

(Foto: José Fernando Ogura/AEN)

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.