Região representa 18% dos grãos que chegaram a Paranaguá em 4 meses

O noroeste aparece em destaque com embarque de 562.241 toneladas

A região noroeste do Paraná aparece em destaque no embarque de grãos pelo Porto de Paranaguá. Com 562.241 toneladas, a região representou 18% da carga que chegou ao Pátio de Triagem no primeiro quadrimestre do ano.

De janeiro a abril, passaram por classificação 3.163.205 toneladas de grãos no sentido exportação que chegaram a Paranaguá via caminhão. O modal rodoviário representa cerca de 80% de todas as cargas movimentadas nos portos paranaenses.

No noroeste, destaque para a soja (203.577 toneladas), seguido pelo milho (187.649 toneladas), farelo de soja (164.734 toneladas) e trigo (6.281 toneladas). Em números gerais, o noroeste paranaense aparece em terceiro lugar em termos de participação.

MOVIMENTAÇÃO – No quadrimestre, a movimentação geral dos portos do Paraná chegou a 19 milhões de toneladas, 2% a mais que as 18,7 milhões registradas no mesmo período do ano anterior. Em 2022, foi de 58,4 milhões de toneladas.

De janeiro a abril, seguiram no sentido exportação 11.952.978 toneladas. “Mais da metade das cargas exportadas pelo Porto de Paranaguá tem origem no próprio Estado”, ressalta o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia.

CAMPANHA – Para atrair ainda mais cargas e divulgar as vantagens de importar e exportar pelos portos de Paranaguá e Antonina, o Governo do Estado lança nesta semana uma nova campanha institucional.

Produzidos em parceria pela empresa pública Portos do Paraná e a Secretaria de Estado da Comunicação, os materiais reforçam os terminais portuários do Estado a melhor opção para conectar os negócios dos paranaenses com o mundo. As peças falam dos os diferenciais competitivos em inovação, sustentabilidade, eficiência e agilidade nas movimentações.

Assista ao vídeo da campanha:

Foto: Claudio Neves

Advertisement
Advertisement