Outubro de 1963

Limousine presidencial segue para o centro de Dallas, em 22 de novembro de 1963

De Elio Gaspari, em O Globo:

No dia de hoje, há 60 anos, Desmond Fitzgerald, chefe do serviço de Operações Especiais da Cenral Intelligence Agency, encontrou-se num hotel de Paris com o militar cubano Rolando Cubela, que pretendia matar Fidel Castro. Ele pediu um rifle com pontaria telescópica. Marcaram um novo encontro para 22 de novembro.

Em Washington, a bilionária Bunny Mellon encontrou-se com Jacqueline Kennedy para discutir os detalhes do jardim de rosas que ela havia plantado na Casa Branca.

Em Dallas, o agente James Hosty, do FBI, finalmente descobriu o paradeiro de Lee Oswald. Dias depois ele bateu na casa e conversou com a russa Marina, mulher de Owald. Cinco dias depois, Hosty confirmou que o ex-fuzileiro naval trabalhava num edifício da cidade, que servia como depósito de livros.

A essa altura sabia-se que o presidente Kennedy visitaria Dallas no dia 21 ou 22 de novembro. Ele almoçaria lá, mas ainda não estava definido o local. O Serviço Secreto inspecionaria dois lugares. Um deles ficava no caminho do depósito de livros.

Foto: Darryl Heikles/Dallas Times Coleção/The Sixth Floor Museum at Dealey Plaza

Advertisement
Advertisement