OAB Umuarama cumpre desagravo público

Ato aconteceu na manhã de hoje na Capital da Amizade

A OAB Paraná cumpriu desagravo público na manhã desta quinta-feira em favor da advogada Dayanne Bispo Bitencourt Barbosa. A profissional teve as prerrogativas violadas pela conselheira Silmara Mazuchini Silva, do Conselho Tutelar de Umuarama, que negou atendimento e o fornecimento de cópias do procedimento administrativo, sob alegação de que não era obrigada a atender ou receber advogados, além de faltar com o respeito e a urbanidade com o representante das Prerrogativas da Subseção de Umuarama.

O ato de desgravo foi conduzido pelo presidente da OAB Umuarama, Christhian Rodrigo Pellacani, em frente ao Conselho Tutelar de Umuarama. O diretor de Prerrogativas da OAB Umuarama, Márcio Luiz Guimarães, fez a leitura da Nota de Desagravo. A sessão pública foi acompanhada pelo conselheiro estadual Ricardo Soares Mestre Janeiro, pela diretoria da subseção, conselheiros e colegas de profissão.

Na nota de desagravo,  a OAB Paraná manifesta oficialmente a solidariedade da classe à profissional ofendida, frisando que o advogado é indispensável à administração da Justiça. A OAB repele qualquer tentativa de autoridade que implique em tratamento incompatível à dignidade da advocacia e que viole o dever de urbanidade, respeito e consideração devidos ao advogado, ou que viole quaisquer direitos assegurados ao advogado pelo artigo 7º da lei federal 8906/1994. Leia a íntegra aqui. (OAB-PR)

Advertisement
Advertisement