Brazilian Seafood irá capacitar e impulsionar abertura do mercado ao pescado brasileiro

O projeto é uma parceria entre MPA, Apex e Abipesca e visa ao fortalecimento da cadeia produtiva pesqueira para o fomento da exportação; deputado Luiz Nishimori participou da assinatura do projeto

O deputado federal Luiz Nishimori (PSD), presidente da Frente Parlamentar Mista da Pesca e Aquicultura, participou na terça-feira da assinatura do projeto setorial Brazilian Seafood, convênio que tem por objetivo fomentar as exportações do pescado brasileiro. O evento reuniu o ministro da Pesca e Aquicultura, André de Paula, em parceria com o presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex), Jorge Viana, e o presidente da Associação Brasileira das Indústrias de Pescados (Abipesca), Eduardo Lobo, além de Nishimori e o diretor da Frescatto, empresa de pescado, Thiago de Luca.

O plano de ação do Brazilian Seafood estrutura o desenvolvimento das empresas e marcas do produto nacional, com foco na sustentabilidade e responsabilidade social em toda a cadeia produtiva pesqueira, capacitando as empresas e inserindo sua participação em feiras internacionais de pescado. O primeiro Programa de Qualificação para Exportação (Peiex) de pescado, que será oferecido pela Apex, fornecerá as informações a ajuda necessária às empresas para se tornarem aptas à exportação, sendo convidadas, também, a participarem do Projeto Comprador, que escolherá os parceiros em potencial para virem ao Brasil, conhecer e negociar com os empresários.

A atuação do projeto se dará em toda a cadeia produtiva, desde os pescadores artesanais até a indústria e o mercado consumidor, conscientizando sobre a importância da responsabilidade socioambiental. O Brazilian Seafood tem como objetivo alavancar a participação das empresas brasileiras de pescado nas feiras internacionais, com grande prospecção de imagem e divulgação da qualidade de nosso produto, para impulsionar a abertura do mercado europeu.

O desenvolvimento dessa parceria pretende trazer visibilidade à competência produtiva das indústrias nacionais, com foco na sustentabilidade e no meio ambiente. “A assinatura dessa parceria, para um projeto que irá colaborar no desenvolvimento do potencial pesqueiro do nosso país e para o rigor da questão sanitária do pescado, visa o fomento do consumo interno e a abertura do mercado exportador para nosso produto. Essa abertura é prioridade deste Ministério, pois está diretamente ligada à garantia da segurança alimentar e ao programa de combate à fome, pilares do nosso Governo que, em convergência com a iniciativa privada, dá o exemplo de parceria para que o Brasil, sua pesca e aquicultura avancem”, comentou o ministro.

Em janeiro, o MPA já havia assinado com a Apex o acordo de cooperação para a internacionalização do setor pesqueiro aquícola. O acordo tem como foco principal a promoção de ações que impulsionarão os negócios internacionais. (C/ Assessoria)

Foto: Enir Rodrigues

Advertisement
Advertisement