Os ricos coitados

Tem mais gente na fila dos que o ex-presidente chamou de “pobres coitados” de 8 de janeiro

De Elio Gaspari, em O Globo:

Antes que se completasse uma semana da tarde em que Jair Bolsonaro classificou como “pobres coitados” os presos pelo vandalismo do 8 de Janeiro, a Polícia Federal prendeu dois empresários. Joveci Andrade e Adauto de Mesquita são sócios na empresa Melhor Atacadista. Eles caíram na roda durante os trabalhos da CPI. Chamados a depor, negaram tudo, mas a quebra dos sigilos mostrou que uma de suas empresas pagou à representante do trio elétrico que se instalou diante do QG do Exército.

Na fila de ricos coitados há mais gente.

Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Advertisement
Advertisement