Bivar perde partido e pode ser expulso

Agora sob direção de Antônio Rueda (na foto, ao lado de ACM Neto), o União Brasil passa por uma “revolução interna”

A nova executiva nacional do União Brasil, presidida por Antônio Rueda, pode expulsar o ex-presidente, Luciano Bivar. O pedido de expulsão foi apresentado pelo deputado federal Pauderney Avelino, que também faz parte da executiva, informa Naira Trindade, da coluna de Lauro Jardim em O Globo.

Uma Comissão de Ética também vai analisar outras representações, que podem incluir outros parlamentares. O União Brasil é resultado da união entre o PSL e o DEM, que, na divisão, ficou com a menor parte de tudo. Por trás da manobra que resultou na saída de Bivar da presidência estariam políticos do antigo DEM, que se sentiram traídos quando houve a fusão.

A mudança no União Brasil é praticamente uma revolução e deve ter consequências nas executivas estaduais e municipais. A nova executiva revogou, por exemplo, pedidos de mudança de partido autorizados pela direção anterior. Em ano eleitoral, trata-se de muita coisa e muita coisa ainda pode acontecer.

Foto: Redes sociais

Advertisement
Advertisement