Dia perigoso: mentira ou verdade?

Em época de pré-campanha, é difícil distinguir as conversas dos bastidores políticos

No Dia da Mentira pode acontecer de tudo, conversas de todos os tipos, e, claro, nem todas as notícias que circulam são verdadeira. Vamos a algumas delas, deixando ao cargo do leitor decidir se há ou não algo de veracidade:

1 – Flávio Mantovani (Solidariedade) não teve o encontro agendado há uma semana com o governador porque dois deputados – um federal, do PP, e outro estadual, do União – mexeram seus pauzinhos.

2 – Edson Scabora (MDB) e o Delegado Jacovós (PL) esbarraram-se no final de semana. O pré-candidato do PL estimulou a pré-candidatura de Scabora.

3 – Do Posto Ipiranga saiu a informação: haverá mudança no PL, tudo é questão de tempo.

4 – Em caso de cassação do marido, a deputada Rosangela Maria Wolff de Quadros Moro assumiria a presidência estadual do União Brasil para se preparar para a disputa da eleição suplementar ao Senado, no caso, a cadeira do seu marido.

5 – O vereador Flávio Mantovani trocará o Solidariedade pelo PSD, por onde sairá pré-candidato a vereador.

6 – O governador Ratinho Junior marcou nova conversa com o prefeito Ulisses Maia nesta semana; o vice Scabora seguiria junto.

7 – O PT já aguardava as tentativas da vereadora Ana Lúcia Rodrigues de o PDT ter candidato próprio à Prefeitura de Maringá. A chegada do PSB para apoiar a pré-candidatura de Humberto Henrique faz a compensação. Ou melhor, para alguns que conhecem o histórico recente a saída do PDT será um verdadeiro alívio.

8 – O União Brasil tem como plano B fornecer o pré-candidato a vice-prefeito ao PP. Aliás, seria uma pré-candidata.

9 – Nos próximos dias será lançada a pré-candidatura oficial de Garbuggio a prefeito de Sarandi. O vice-prefeito está certo mesmo que não terá o apoio do prefeito Walter Volpato, que foi prestigiar a filiação de Nildão ao PP.

10 – Para muito político que se acha esperto começam hoje 30 dias de mentiras.

Advertisement
Advertisement