Em Maringá, presidente do PSD pode ser candidato a prefeito pelo PDT

Presidente estadual do PDT, deputado esteve em Maringá para conversar com Francisco Favoto, que se desincompatibiliza e deve disputar a eleição municipal

O empresário Francisco Favoto, presidente do PSD (partido dos governador Ratinho Junior e do prefeito Ulisses Maia), está a um passo de se filiar ao PDT, partido de oposição em nível estadual e de situação indefinida quando se trata de assunto local. Ontem, o presidente estadual do PDT, Jorge Gomes de Oliveira Brand, o Goura, esteve na cidade e, ao lado da presidente municipal, vereadora Ana Lúcia Rodrigues, registraram a conversa. Foi a segunda conversa mantida pelo secretária com ela nos últimos dias.

A foto foi publicada no Instagram da vereadora, que está a um passo de romper com PT, Partido Verde, PCdoB, Rede e PSB, que apoiarão Humberto Henrique. Ela se lançou pré-candidata a prefeita, mas esteve e fez uso da palavra no evento de lançamento da pré-candidatura de Humberto Henrique. No entanto, busca viabilizar a própria reeleição, e para isso precisa de um pré-candidato para uma chapa própria, já que os aparentemente ex-aliados não querem deixar. Apertando a tecla SAP: a vereadora busca lançar chapa própria de pré-candidatos a vereador, mas não teria número suficiente, já que o PDT foi o partido que mais perdeu nesta pré-campanha e janela para mudança partidária (o vereador Maninho foi para o Republicanos).

“Fechamos uma boa conversa. (…) Estamos no caminho certo”, escreveu a presidente do PDT ao publicar a foto. A conversa com Favoto pode antecipar um plano marcado para se discutido em maio ou junho. Apesar de presidir o PSD, tudo no partido é decidido pelo prefeito Ulisses Maia, que por sinal amanhã deve comparecer à posse de Lira Machado, que substituirá Favoto na Secretaria de Trabalho, Renda e Agricultura Familiar. Favoto, que já foi candidato a vice de de Maria Iraclézia (2016) e de Wilson Quinteiro (2016), além de ter sido secretário de Esporte e Lazer em parte da gestão Pupin (2012-2016) e de Inovação e Desenvolvimento Econômico de 2017 a 2020, retornando à segunda gestão comandando a Setrab.

Foto: Rede social

Advertisement
Advertisement