Em Araucária, PP virou Partido Pequeno

Partido que quis dominar a cidade não consegue montar chapa de pré-candidato a vereador

Em Araucária desabou o palanque de papel armado pelo deputado federal licenciado e atual secretário de Ratinho Junior, Ricardo Barros (PP).

O plano era lançar o cunhado (o ex-vereador curitibano Juliano Borghetti, que já foi processado 20 vezes, metade dos que o concunhado Silvio Barros II deixou ao sair da Prefeitura de Maringá) candidato e prefeito ou vice.

O PP desidratou de um jeito que nem chapa de vereadores conseguiu montar. A piada que circula que o Partido Pequeno não sobrevive sem cargos na prefeitura.