Não é fácil, deputado Jacovós

Jacovós tem muito mais qualidades, que um bom representante de Maringá, na Alep, deve ter. Como deputado, merece respeito

Se houvesse só uma qualidade no deputado Jacovós, seria a de não se esconder, de ser transparente, dentro das limitações que a política permite,  e combativo. Mas Jacovós tem muito mais qualidades, que um bom representante de Maringá, na Alep, deve ter. Como deputado, merece respeito. 

Ontem ele concedeu entrevista ao RCC News, em um momento delicado, após a votação do polêmico projeto de terceirização de parte da gestão de 10% das escolas estaduais do Paraná, e logo após o PL, sem partido, ter decidido que não teria mais candidato, de certo modo, puxando-lhe o tapete. Outros, no lugar dele, talvez optassem por esconder-se, pelo menos nesse primeiro momento.

Caro deputado, não é fácil, e me coloco no lugar do senhor (acho que esse deve ser o tratamento a um deputado), e não de você, como alguns e uma comentarista, o trataram, embora  seja bastante informal, também, e talvez nem se importe como isso.

Assisti e estou analisando a gravação para emitir uma opinião mais consistente. Notei que houve muitas críticas injustas, sobretudo da turma do ‘likezinho’. Mas adianto que sou ‘testemunha auditiva’ de que o senhor garantiu que seria candidato, a não ser que viesse ordem de Brasília, e naquele momento deixou transparecer que havia um movimento de Ricardo Barros para conseguir, de certo modo, o comando do partido, impedindo  uma candidatura própria.