Com apoio do Estado, 320 apartamentos são entregues em Maringá

Por meio do Programa Casa Fácil, 239 famílias receberam subsídios de R$ 15 mil para ajuda no custeio do valor de entrada dos imóveis, totalizando um aporte do Estado de R$ 3,5 milhões

A Cohapar entregou ontem as chaves dos 320 apartamentos aos novos moradores do Residencial Solar das Araucárias, em Maringá. Por meio do Programa Casa Fácil, 239 famílias receberam subsídios de R$ 15 mil para ajuda no custeio do valor de entrada dos imóveis.

A obra, cujo investimento superou a ordem dos R$ 62,3 milhões, é resultado do trabalho conjunto entre Governo do Estado, Caixa Econômica Federal, prefeitura e Construtora Yticon.

O repasse dos R$ 3,58 milhões em recursos do Casa Fácil é coordenado pela Cohapar, concedido às pessoas com renda familiar de até três salários mínimos e que se enquadrem aos demais requisitos do programa. As vantagens do projeto incluem também descontos variáveis por meio do Minha Casa, Minha Vida, do governo federal e a possibilidade de usar o FGTS para abater o saldo devedor.

A contrapartida da prefeitura se deu através da alteração do zoneamento municipal, que transformou a área em zona especial de interesse social e viabilizou a verticalização dos lotes para a construção do empreendimento, bem como a isenção de cobrança do IPTU durante a fase de obra.

O residencial possui imóveis com plantas de 45,14m² e 45,34m², compostos por dois quartos, sala, cozinha, banheiro, área de serviço e sacada. Os prédios contam com elevador, vagas de garagem e estrutura de lazer completa, equipada com piscinas adulto e infantil, espaço gourmet, churrasqueiras, playground, quadra esportiva e área para animais.

As unidades, vendidas a partir de R$ 161 mil, podem ser quitadas em até 360 meses junto à Caixa Econômica, com taxa de juros reduzida e prestações que iniciam em R$ 563, valor mais acessível que o aluguel praticado no município.

Presente no evento, o presidente da Cohapar, Jorge Lange, destacou a atuação do Programa Casa Fácil, que já atendeu 65 mil famílias em todo Paraná. “É muito importante esse esforço conjunto entre as esferas públicas municipal, estadual e federal para viabilizar moradias dignas, de qualidade e com localização facilitada para as pessoas”, ressaltou. (C/ AEN)

Foto: Ala Piovezan