boca maldita

Blog

Bons tempos aqueles

Dos tempos em que existia a Boca Maldita de Maringá, uma cédula para votação regional, em 1993, no melhor e no pior prefeito, vereador, secretário municipal, deputado estadual, deputado federal e o destaque do ano.

Cidades

Fim do Bar do Carioca repercute

Bar Carioca
O tradicional Bar Carioca, de Umuarama, que existia desde o fim da década de 50, fechou para dar lugar a uma farmácia. A notícia, dada por Ítalo na véspera do Natal, ainda repercute nas redes sociais. Em 2012 o bar foi repaginado. “No passado, o balcão do Carioca vivia lotado por gente de todos os segmentos da antiga Umuarama, principalmente os “picaretas”, como eram chamados os corretores. Os políticos também eram figuras presentes. Por se tratar de um local de encontros, o bar era conhecido como a Boca Maldita de Umuarama, de lá várias notícias corriam para os bairros”, conta.

Memória

Baú do blog

Boca Maldita Maringá
Direto dos anos 90, na Boca Maldita de Maringá, Lauro Barbosa entrevista Jairo Gianoto, aparecendo ainda Edson Marassi, Bragança (em pé), José Sanches Filho, Estaquinha, Verdelírio Barbosa e Antonio Preto, falecido no final de semana.

Memória

Baú do blog

Boca Maldita de Maringá
Outra foto da antiga Boca Maldita de maringá, na avenida Getúlio Vargas, publicada em 1980 na revista Aqui, mostra Otávio Salvadori, Wilson Molinari e, de barba, Francisco Timbó de Souza, entre outros frequentadores.

Verdelírio

Foto antiga

Foto antiga
A foto antiga da coluna de Verdelírio Barbosa no Jornal do Povo é de 1985, foi tirada na antiga Boca Maldita, e nela aparecem os saudosos José Pacheco dos Santos e Armando Bárbara, os dois primeiros sentados. Antenor Errerias, Milton Seixas, Francisco Timbó de Souza, Massao Tsukada, Otávio Porcu e Devanir Fernandes Almenara.