bombas

Meu Diário

Bombas

bomba

Isto é o que sobrou de uma das duas bombas jogadas em minha residência, na noite do último sábado, véspera da eleição municipal. Foi a terceira situação envolvendo bombas desde que a casa foi alvejada por tiros, três anos atrás.

Humor

‘Maringá’, nova versão

'Maringá' versão Sanepar

Esta é a segunda versão (atualizada) da música ‘Maringá’, de Joubert de Carvalho, que muitos chamam de ‘Maringá, Maringá’ e acham que é hino. O hino da cidade, lindo por sinal, é de Ary de Lima e Aniceto Matti. A primeira gozação foi publicada aqui na semana passada.

Maringá

Bombas foram jogadas contra bloco de esquerda

De Paulo Vidigal, em seu blog, sobre o ato de ontem em Maringá:
O 4º Ato Pela Redução da Tarifa foi caracterizado por uma maciça participação de movimentos e partidos de esquerda. Em marcha cerca de 600 manifestantes partiram do DCE numa coluna com as seguintes participações: PSTU, PSol, PCB, PC do B Juventude do PT, DCE-Movimente-se, MST, ANEL, UJS , UNE, Umes, CSP-Conlutas, Coletivo Feminista Maria Lacerda, comunistas, anarquistas e ativistas independes. (…) Na praça da prefeitura houve enfrentamento. Foram lançadas bombas contra o bloco de esquerda. Ao contrário do que divulgaram alguns meios de imprensa “chapa branca” mesmo sendo alvo das bombas o bloco não se intimidou e não baixou suas bandeiras. Após terem sido alvos das bombas, sentaram-se no chão. Nesse momento, vários manifestantes que participavam grupo maior se revoltaram com esse ato de violência e se juntaram à coluna de esquerda. Um momento emocionante. O grupo maior se dirigiu para bloquear a Av. Colombo e a coluna de esquerda fechou o terminal por alguns minutos, onde inclusive não houve atos de vandalismo. Essa manifestação serviu para demonstrar a importância de unidade da verdadeira esquerda, que não aceitará qualquer ato de violência e censura.

Blog

Sobre bombas, traques e eleições

O clima eleitoral em Maringá está levando muita gente a ver chifre em cabeça de cavalo. De vez em quando até este modesto blog embarca numa furada. É que alguns boatos têm sido divulgados como se fossem realmente notícias verdadeiras, especialmente na internet. Uma pulga acaba virando um elefante em época de política, e muitos acabam de aproveitando, de uma forma ou outra, da boataria. É preciso ter cuidado com todos os tipos de boatos nesta época, e por isso neste espaço a vigilância será redobrada.
Dito isto, o blog reafirma que permanecerá com a programação normal e o melhor da campanha eleitoral.