marcos lauer

Eu Amo Maringá

Trova

De flores, engenho e arte ergo a trova,
com peça que enalteça sete décadas e um;
e o raciocínio, exposto a uma dura prova,
não encontra similar em município algum.
Marcos Lauer

Crônica

Contribuição ao inventário da inteligência humana

De Marcos Lauer:
Descanso enquanto o arroz integral cozinha na panela de fogo lento, contínuo e nutricional. Espero pela hora mais clara do dia para integrar o movimento repetitivo do cotidiano. Abano levemente a testa, diferente de quem, no deserto, sua as têmporas molhadas pelo esforço repetitivo de uma travessia voluntária.
Ainda é cedo. Os ponteiros do relógio marcam pouco mais de sete horas. Para o arroz não existe hora. Ele precisa cozinhar na panela de barro comprada via internet de moradores indígenas remanescentes de uma tribo do Espírito Santo.
Deliro enquanto o arroz queima na panela de argila nobre, extraída de forma artesanal, por mãos que ganham a vida amassando o pão do dito macabro. São os desígnios de uma vida, cuja passagem pela terra está fossilizada para estudos sobre a evolução do homem.Continue lendo ›