Um prazo beeemmm maior

O novo secretário de Trânsito e Segurança de Maringá, capitão Ideval (PMN), havia se imposto o prazo de 1 ano para a realização de todos os projetos que têm em mente para a área da segurança da cidade. Mas vai ter que esperar muito mais. Para armar a Guarda Municipal, por exemplo, primeiro ele vai ter que convencer o prefeito Carlos Roberto Pupin (PP), que em entrevista ao sócio de seu coordenador de campanha, Ricardo Barros, praticamente assumiu que não terá como armar a turma, que hoje ganha uma merreca da administração.
Considerando todo o processo para a implantação da Guarda Municipal armada – que vai da realização de audiência pública para obter autorização da população até o ok da Polícia Federal, depois de se passar pelo ok do Exército -, estima-se que Ideval vai ter que esperar cerca de 3 anos e meio.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.