Autorização para corte de árvores

A MRV Engenharia e Participações S/A requereu ao Instituto Ambiental do Paraná a autorização florestal para o corte de 34 árvores nativas para as obras do empreendimento Miguel Dias, na rua Victor do Amaral (chácaras 92, 93 e 134), do Jardim Alvorada, em Maringá. O IAP liberará, com certeza. O órgão na verdade é uma mãe: permitiu que a Prefeitura de Maringá construísse parte de dois mil ossários no limite da calçada, na rua Mem de Sá, apesar de a lei estabelece um limite mínimo interno de 5 metros. Sem atuação regular do IAP, o negócio é torcer para que não aconteça um acidente e algum veículo arrebente o muro, pois aí os mortos invadirão a pista.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.