Império sob ataque

Da coluna Brasil Confidencial, de Paulo Moreira Leite, na IstoÉ:
A prisão do doleiro Alberto Youssef gerou um estrago muito maior do que o passeio de avião do deputado André Vargas (PT-PR). Até os comerciantes da rua 25 de março que trabalham com duas contabilidades – uma legal, outra por debaixo da mesa – sofrem com a falta de moeda americana para zerar negócios com a China. Responsável pelo abastecimento de dólares que movimentam boa parte da economia informal brasileira, Youssef deixou várias personalidades em situação de orfandade. Em véspera de campanha, políticos com reservas no Exterior dão sinal de nervosismo. Atletas com fortuna lá fora também. A única certeza do mercado é que, se Youssef não retornar logo aos negócios, outro doleiro tomará seu lugar.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.