Prejuízo e falta de transparência na gestão da SBMG (Aeroporto)

Vejamos um resumo da demonstração do resultado nos exercícios de 2012 e 2013 a empresa SBMG S/A, empresa pública que gerencia ao aeroporto de Maringá e que está pleiteando R$ 60 milhões do governo federal.

Receita operacional bruta: 2013 – 10.144.498 / 2012 – 9.882.136
Receita operacional liquida: 2013 – 9.206.130 / 2012 – 9.357.858
Despesas gerais e administrativas: 2013 – 9.261.685 / 2012 – 8.356.940
Lucro (prejuízo) 2013 – 76.162 / 2012 – 816.199

O prejuízo acumulado é de R$ 1.686,448,00. Falta transparência na divulgação das despesas que aparecem de forma genérica, como gerais e administrativas. Quanto se gastou com pessoal? Esperamos que os senhores vereadores, sérios, se interessem e procurem saber as razões, afinal o capital da empresa é do dinheiro do contribuinte. No momento em que se discute se o congresso deve, ou não fazer a CPI da Petrobras ( acho que deve), talvez seja o caso de uma CPI do Aeroporto. O que acha, vereador Mariucci? Gostaria que comentasse esses números. Apelo extensivo a Mário Verri, Dr. Manoel, Humberto Henrique e Ulisses Maia. Vamos ver quem tem coragem de tocar nesta ferida. Ou temem Ricardo Barros?
Akino Maringá, colaborador

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

Um pitaco em “Prejuízo e falta de transparência na gestão da SBMG (Aeroporto)

  1. llulla ten fingers diz:

    Ainda bem que o FHC privatizou vale/telefones/ e hoje sou a favor de mandar as favas tudo inclusive aeroportos bancos do brasil e caixa (que aspecto social esses bancos fazem se cobram juros extorsivos e atendem mal a população). Cade o aumento de pista, etc sempre com o pinico em brasília isso era para sobrar e dinheiro e fazer por aqui mesmo………………..

Deixe seu pitaco