Bonifácio Martins terá mandato restituído em Maringá

bonifaciomartins
A Comissão Estadual da Verdade fará uma audiência pública em Maringá no próximo dia 5 e, em sessão solene e simbólica, na câmara municipal, vai restituir o mandato de Bonifácio Martins, que foi vereador por duas legislaturas  (1956-1960 e 1960-1964). As comissões estaduais são braços auxiliares da Comissão Nacional da Verdade, que tem por finalidade examinar e esclarecer as graves violações dos direitos humanos no período de 1946 a 1984, a fim de efetivar o direito à memória e à verdade histórica. Os trabalhos das comissões estaduais, bem como da comissão nacional, têm centrado foco em identificar os agentes públicos do Estado brasileiro que cometeram crimes de assassinatos, torturas e outras violações contra os direitos humanos. A audiência pública, que será realizada em Maringá, colherá depoimentos de militantes políticos, sindicais e estudantis que viviam na região Norte do Paraná e que tiveram os seus direitos políticos e civis cassados e/ou foram presos e torturados durante a ditadura militar, e depoimentos de lideranças indígenas dos povos Kaigang e Xetá, que sofreram graves violações dos seus direitos, durante a ditadura militar.


Com o golpe militar de 1º de abril de 1964 e a instauração do primeiro Ato Institucional, em 9 de abril do mesmo ano, o então vereador Bonifácio Martins foi indiciado no Inquérito Policial Militar conhecido como “Zona Norte do Paraná”, em que dezenas de militantes de esquerda, sindicalistas e estudantes foram presos e processados. Frente ao quadro de insegurança então existente no país e sabendo que seu nome era visado, Bonifácio Martins evadiu-se de Maringá em abril de 1964, acompanhado de sua esposa e duas filhas, uma das quais era criança de colo. Deixou para trás sua empresa de prestação de serviços, uma residência que havia construído, localizada no antigo aeroporto, e uma vida de lutas políticas e cidadãs. Ele morreu em, aos 89 anos de idade. 50 anos depois, por iniciativa da câmara de vereadores e do pesquisador e professor de História da UEM, Reginaldo Dias, com o aval e participação da Comissão Estadual da Verdade, haverá a restituição simbólica do mandato do vereador. Na ocasião, estarão presentes as duas filhas do vereador, que receberão a homenagem póstuma pelo pai. A audiência será realizada no Auditório Hélio Moreira, das 9 às 16 horas, e às 18 horas, na Câmara de Maringá. O evento tem apoio das seguintes entidades: OAB/Maringá, Sismmar, APP Sindicato, Sinteemar, Steem, Sindaen, Stessmar, DCE/UEM, Cahnac (história/UEM) e Cahrf (Direito/UEM).

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.