Procurador alerta há tempos sobre possível uso indevido do fundo previdenciário

Jean

O procurador municipal Jean Marques, candidato a vereador pelo PV, foi o primeiro – e único – a alertar em suas propostas, desde o início da campanha, sobre o risco que Maringá corre de ter um rombo futuro nas contas municipal.
Os vídeos postados pelo Procurador tem sido sempre muito visualizados – o vídeo anterior onde fala sobre propostas indevidas de candidatos já teve mais de 9,3 mil visualizações – e bastante esclarecedores sobre vários pontos a ser encampados pelos vereadores.


Aos 0:39 do seu último vídeo postado na página do facebook, ele fala sobre a questão do possível uso indevido do fundo previdenciário dos servidores, como fez o governador Beto Richa (PSDB) – que apóia o grupo que governa Maringá há 12 anos – no ano passado.
A última carta lançada pelo ex-prefeito, tentando se aproximar dos servidores, deixa escapar que a tática poderá ser adotada também em Maringá, ao mencionar que deverá depositar no fundo financeiro da Maringá Previdência mais de R$ 320 milhões. A afirmação liga o alarme que poderá ser utilizada a mesma metodologia de se retirar dinheiro do fundo previdenciário, e que poderá haver uma bancada do camburão também na Câmara de Maringá.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.