‘Nem pra síndico de prédio’

cuca-pupin

Do Maringá Manchete:

Carlos Roberto Pupin (PP), prefeito de Maringá que se encontra mais uma vez em viagem ao exterior, é o típico exemplo de político que ao final de seu mandato como gestor público, mais se ouvirá a frase: “não ganha mais nem para síndico de prédio“.

Ao ser questionado por um grupo de lideranças dos mais diversos setores da sociedade civil de Maringá, por atitudes administrativas no mínimo estranhas e nada republicanas no final de sua gestão a frente da prefeitura, Pupin não gostou de ser cobrado e enviou uma nota de esclarecimento ao presidente da Associação Comercial e Empresarial de Maringá, José Carlos Valêncio, o conhecido Cuca. Mas como o bom trato com as demais pessoas não é o forte de Pupin, ele ironicamente e desrespeitosamente cita na carta dentre outras bobagens, “…esta séria entidade (ACIM) que vc infelizmente representa…”. É por essa e por outras que essa turma foi achincalhada da prefeitura este ano.
Segue a nota de esclarecimento na íntegra enviada inclusive por mensagem de aplicativo de WhatsApp ao presidente da Acim:

“Cuca: Encaminho esse esclarecimento em razão de mensagens de whatsapp e redes sociais que você recebeu e compartilhou, onde são colocadas inverdades e plantadas dúvidas sobre a lisura dos atos administrativos praticados pela Prefeitura, nos últimos dias. Peço que encaminhe esse esclarecimento a todos que receberam aquela mensagem.
Essas desinformações me causaram espanto e indignação, pela generalidade e leviandade das acusações. Portanto gostaria que houvesse a dignidade de apontar, de forma clara e precisa, qual ou quais atos ilegais estão sendo praticados.
Também me surpreendeu que um representante de uma entidade com a estatura e a importância da ACIM, estimule essa campanha difamatória.
Preciso esclarecer que meu mandato está sendo concluído dentro da mais absoluta normalidade, com responsabilidade e transparência.
Precatórios têm obrigatoriamente que ser pagos. Documentos, atos, aditivos têm que ser assinados (o serviço público não pode parar). Nesse sentido, reafirmo, não há nada a ser assinado que seja ilegal, que exija coragem, que seja fora da legalidade e da normalidade. Assinarei todos os documentos, ninguém precisará assinar nada por mim.
A Prefeitura de Maringá está encerrando a gestão com as contas rigorosamente em dia, com superávit acima de R$ 100 milhões.
Estamos com o 13º pago aos servidores e os recursos para pagamento da folha de dezembro em caixa, para pagamento na próxima semana, inclusive os encargos sociais. Destaque: todas as progressões e avanços aos servidores estão pagos.
Fornecedores, igualmente, em dia e as contas a vencer com os recursos em caixa.
Poucos, pouquíssimos municípios desse país estão em uma situação tão positiva como Maringá, nesse dezembro de 2016. Na verdade, a maioria está tentando conseguir recursos para minimizar o seu déficit.
Além da posição superavitária, Maringá mantém sua rotina de obrigações previstas e programadas. Não há nenhuma ação extra ou extemporânea com o objetivo de gastar dinheiro ou fazer pagamentos fora de previsão legal.
Ainda mais: A equipe de transição, as entidades organizadas e qualquer cidadão têm acesso assegurado à Prefeitura e aos documentos oficiais, que são públicos e que comprovam o que afirmamos aqui.
Estou agindo como sempre, com responsabilidade, dentro do planejamento, com controle e a transparência que sempre mantive.
A equipe de administração que assumirá no dia 1º de janeiro terá recursos em caixa, obras em andamento, salários pagos e fornecedores em dia. Uma prefeitura em absoluta ordem.
Maringá merece respeito. Gostaria que a preocupação de todos fosse falar a verdade, a realidade e com os desafios da governabilidade que logo terão pela frente.
Cuca estou encaminhando a vc a resposta da sua postagem sobre final do meu mandato
Gostaria de que vc postasse de onde vc copiou. Vou também mandar para alguns membros desta séria entidade que vc infelizmente representa.”

Bem mais educado e polido com as pessoas, José Carlos Valêncio respondeu de forma cordial o aprendiz de prefeito:
“Vou encaminhar, para de onde eu recebi (grupo do CAD) eu recebi no CAD e encaminhei ao Comitê Gestor- agora vamos divulgar tua resposta nos mesmos veículos, com certeza, sua solicitação Prefeito é justa . Abraço, Feliz Natal, desta entidade, com estrutura e importância que é a nossa. Parabéns pelo gestão.”

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.