Operação Cupim: novos inquéritos são instaurados

Operação Cupim

A 20ª Promotoria de Justiça de Maringá continua enviando o relatório de auditoria realizado a partir da Operação Cupim – que, em 2015, descobriu uma organização sediada em Maringá fraudava licitações em várias cidades do Paraná e até de outros estados – e os promotores de várias comarcas continuam instaurando inquéritos para investigar irregularidades em compras de imóveis por prefeituras e câmaras municipais.

Entre dezembro do ano passado e esta semana de janeiro os promotores abriram inquérito civil público, com base no levantamento realizado pela Operação Cupim, contra empresas do esquema criminoso e as prefeituras municipais de Guaratuba, Itambé e Palmeira.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.