Bravin na CPI?

bravin

Com todo o respeito, não compreendo a intenção do vereador Belino Bravin em substituir Flávio Mantovani na CPI do Terminal Intermodal.
Com suas reconhecidas dificuldades de manifestação por escrito e oralmente, falta completa de conhecimentos jurídicos, a presença de Bravin na CPI só pode ser obra do chefão,

talvez para tumultuar, votar conforme orientação externa, nunca para colaborar na elucidação dos fatos. Entre ele e Mário Verri, é óbvio que o segundo é mais preparado. Por favor, caro vereador, tenha um pouco de sensibilidade e desista de tumultuar. Senhores vereadores, escolher Bravin é dar uma demonstração de submissão a interesses externos e não muito claros, penso.
Akino Maringá, colaborador

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.