PP negocia para ficar

O Partido Progressista negocia com o Palácio do Planalto os termos para permanecer na base do governo, enfraquecido com as revelações de delatores da J&F. A legenda exige continuar à frente do Ministério da Saúde e quer controlar o Ministério das Cidades (dono de um dos maiores caixas da Esplanada), que deverá sair das mãos do PSDB.

A pasta já foi controlada pelo PP durante o governo da presidente Dilma Rousseff. O PP até topa abrir mão do Ministério da Agricultura, mas não dispensa o Ministério das Cidades. (Via Murilo Ramos, no site da revista Época)

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.