Negociando delação

De Nonato Viegas e Marcelo Rocha, no site da revista Época:

Assessores do presidente Michel Temer estão desconfiados de que o deputado federal afastado Rocha Loures (PMDB-PR) esteja negociando uma delação premiada com a Procuradoria-Geral da República. Três são os motivos da desconfiança. O primeiro é que Rocha Loures não tem conversado com o entorno de Temer.

O segundo é que a entrega de uma mala com R$ 465 mil – ele foi flagrado recebendo a mesma mala com dinheiro de propina da J&F – à Polícia Federal pode ter sido um gesto de boa vontade de Loures com a investigação. O último é que o advogado contratado por Loures, José Luís de Oliveira, acompanha o caso de um delator na Lava Jato: o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro.
Rocha Loures foi um dos principais assessores de Temer e encarregado de missões importantes pelo presidente.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.