Município teve superavit superior a R$ 110 milhões no quadrimestre

Audiência pública

O comparativo entre a receita e as despesas registradas pela Prefeitura de Maringá entre entre janeiro e abril deste ano aponta um superavit financeiro superior a R$ 110 milhões no período.
A maior parte da receita tem origem na arrecadação de R$ 97,3 milhões com o IPTU, que já atinge 76,66% do valor lançado para 2017, de R$ 126,9 milhões.

A receita tributária é seguida pela arrecadação com o ISS, IRRF e ITBI, além de taxas, contribuição de melhoria, as receitas patrimonial e de serviços, além das transferências correntes do Estado e da União que, no total, atingiram a soma de R$ 496,9 milhões. O valor arrecadado representa 37,25% sobre a receita orçada para todo ano.
Os números do Relatório Resumido da Execução Orçamentária, do Orçamento Fiscal de 2017, foram apresentados na tarde desta terça-feira, 31, em audiência pública na Câmara Municipal, pelo secretário municipal de Fazenda, Orlando Chiqueto.
Acompanhado do diretor de Contabilidade e Finanças, Marcos Carmona, o secretário detalhou também os valores investidos com despesas de capital – como a aquisição de bens, execução de obras e amortização de dívidas – que atingiram R$ 20,4 milhões, além das receitas correntes, operações de crédito e transferências de capital, que somam R$ 496,9 milhões no quadrimestre. Outros fatores relevantes foram o corte de gastos com o quadro funcional e a realização de pregões eletrônicos que possibilitaram aquisições de equipamentos e materiais com preços menores.

DÍVIDA ZERO
Com os resultados verificados, Chiqueto afirma que nos próximos meses poderão ser investidos mais de R$ 300 milhões pela Prefeitura, em função das contas saneadas, compromissos honrados e da excelente capacidade de endividamento do município.
“Mesmo tomando todo o cuidado necessário no trato do dinheiro público, somos diuturnamente auditados pelo Tribunal de Contas e outros órgãos e entidades de controle. Isso só nos fortalece a manter sempre em zero a dívida que é registrada hoje pelo município e também gerar condições para incrementar mais projetos e ações em benefício da cidade”, assinalou.
Além da maioria dos vereadores, a audiência pública foi acompanhada pelo vice-prefeito Edson Scabora, secretários, diretores e gerentes municipais, além de um bom número de contribuintes maringaenses que compareceu ao auditório da Câmara Municipal. (PMM – Foto Marquinhos de Oliveira/CMM)

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.