Promotor eleitoral pede cassação de prefeito e vice de Santa Fé

Terminou hoje o prazo dado pela Justiça Eleitoral de Santa Fé, micro-região de Maringá, para as alegações finais nos dois processos eleitorais que tramitam contra o atual prefeito, Fernando Brambilla (PMDB), e o vice-prefeito, Valdo Margutti, acusados de prática de abuso de poder econômico e caixa dois na campanha eleitoral de 2016.

Também hoje o Ministério Público Eleitoral apresentou sua manifestação nas duas ações e pediu a procedência das ações, com a cassação do mandato do prefeito e do vice. O processo será analisado agora pelo juízo eleitoral; a sentença pode sair até o final do mês.
Brambilla, que já foi prefeito e presidiu a Amusep, foi eleito com 3.708 votos, contra 3.589 dados ao ex-prefeito Edson Palotta Netto (PSDB).

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.