Fogos para comemorar

Na região central de Maringá, grupos de direita soltam fogos de artifício, comemorando a decisão do TRF4, que por unanimidade rejeitou o recurso do ex-presidente Lula e aumentou sua pena de 9 anos e 6 meses para 12 anos e 1 mês.

“Cumpre não soltar rojão com antecedência”, coincidentemente, comentou há pouco o jornalista Reinaldo Azevedo, criador do termo “petralha” e ex-referência da direita e hoje ácido crítico do juiz Sergio Moro e do MPF.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.