“Momento histórico”

Ao participar da sanção da lei que cria o Conselho Municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, ontem no paço municipal, o secretário de Inovação e Desenvolvimento Econômico, Francisco Favoto, disse que Maringá vive um momento histórico.

Segundo ele, o conselho terá um papel importante “no incentivo à inclusão social, com a criação de empregos, aumento e diversificação das atividades econômicas que tenham por base o conhecimento técnico e científico”.
Sugerida pelo Centro de Inovação e aprovada pela Câmara Municipal de Maringá no mês passado, a lei estabelece em seu artigo 1º que o objetivo do Conselho é fortalecer e ampliar a base técnico-científica do município, que é constituída por entidades de ensino, pesquisa e prestação de serviços técnicos especializados e por unidades de produção de bens e serviços de elevado conteúdo tecnológico.
Ao sancionar a nova lei o prefeito Ulisses Maia relembrou que, em 1998, na condição de vereador, viveu o momento da criação do polo de informática e, no ano passado, já chefe do Executivo, sancionou a Lei Municipal de Inovação.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.