PT não presta contas

O juiz Juliano Albino Manica, da 154ª Zona Eleitoral, determinou a manutenção da suspensão do repasse das cotas do fundo partidário ao Partido dos Trabalhadores de Paiçandu. A decisão é do último dia 30.

A suspensão foi porque o PT não apresentou a prestação de contas do exercício de 2016, ano em que o atual prefeito da cidade, o petista Tarcísio Marques dos Reis, foi reeleito.
O PT de Paiçandu recebeu prazo para sanar a omissão, mas nada fez. A prestação de contas deveria ter sido feita até 2 de maio do ano passado. O juiz determinou a manutenção da suspensão de novas cotas do fundo partidário pelo tempo em que o partido permanecer omisso.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.