São outros tempos

Servidores municipais, em plena época de efervescência da pré-campanha eleitoral, sentem bastante a diferença da atual administração municipal.

“Fosse em outros tempos, nas administrações Silvio Barros II e Pupin, cada funcionário já teria recebido um recado com o nome de quem deveria apoiar para governador, senador, deputado federal e deputado estadual. Por incrível que pareça, está tudo normal e a falta de pressão política, que era um verdadeiro assédio moral, deixa a gente mais leve e animado”, escreveu um servidor.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

10 pitacos em “São outros tempos

  1. Em compensação, o assédio moral de chefias mal preparadas, tá tocando terror nos funcionários, principalmente na saúde. Uma pena, pois estão trabalhando contra a administração, tirando votos de uma reeleição futura. Quem votou, já se arrependeu.

  2. É fato. Insuportável conviver com chefias mal preparadas como acontece com a Semusp. Quem gosta e sabe trabalhar já deu um jeito de cair fora. Os poucos que trabalham e não conseguiram sair estão fazendo tratamento médico pra aguentar o tranco. A Semusp ja foi um bom local pra trabalhar. É uma pena. No início da gestão pensávamos que a coisa ia melhorar. Não achava que poderia regredir tanto. O próximo que assumir a secretaria terá trabalho para remontar uma equipe boa de trabalho, vai ter que sair procurando funcionarios antigos em outras secretarias. Porque atualmente sobrou meia duzia que trabalha na Semusp. Me decepcionei bastante.

  3. A quem interessar possa, está escrito:

    Não julgueis, para que não sejais julgados.
    Porque com o juízo com que julgardes sereis julgados, e com a medida com que tiverdes medido vos hão de medir a vós.
    E por que reparas tu no argueiro que está no olho do teu irmão, e não vês a trave que está no teu olho?
    Ou como dirás a teu irmão: Deixa-me tirar o argueiro do teu olho, estando uma trave no teu?
    Hipócrita, tira primeiro a trave do teu olho, e então cuidarás em tirar o argueiro do olho do teu irmão…
    (Mateus 7:1-5)

    APARECIDO BAPTISTA (cidadão maringaense ‘ficha limpa’, desde criança, e servidor público municipal de Maringá durante aproximadamente 40 – quarenta – anos, hoje aposentado e com as ‘mãos limpas’ graças a Deus)

  4. Além de assediar os funcionários, para apoiarem e votarem na turma deles, os funcionários eram monitorados via face, qualquer postagem que eles não gostavam, o funcionário já era intimado pelos puxas sacos

  5. REALMENTE A SAUDE TA UMA MERDA . SE ULISSES NAO TROCAR O SECRETARIO E AS CHEFIAS DA SECRETARIA DE SAUDE VAI PERDER MUITOS VOTOS . PESSOAL DA SAUDE ACHOU QUE IA MELHORAR E PELO CONTRARIO PIOROU !!!!!!
    ABRE O OLHO ULISSES !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  6. O mesmo acontece na direção da guarda municipal, sao assedis perseguições o prefeito não poderia nomear pior equipe, achamos que guardas no comando iria melhorar mas o descontentamentimo é pior que a avaliação do temer, pior que ninguem toma providência

  7. pelo número de funcionários existentes a reclamação é muito pouca. sinal que os demais estão contentes com a administração.

    • observador diz:

      Ulisses
      Ensine bons modos para diretores, especialmente para certa pessoa que, apesar de se vestir de terno, tem o péssimo hábito de gritar em reuniões com seus subordinados.
      Reclamar de assedio na ouvidoria do servidor só piora as coisas.

Deixe seu pitaco