Domingo decisivo

Rogerio Galindo, Euclides Lucas Garcia e João Frey, da Gazeta do Povo, informam que o domingo será de conversas e pode ser decisivo para moldar a eleição paranaense.

Três reuniões diferentes entre os principais grupos estão agendadas e podem definir o formato das chapas que vão disputar a eleição. O epicentro do terremoto no momento está na disputa entre Ricardo Barros (PP) e Beto Richa (PSDB).
Richa e Barros se reuniram na quinta-feira no Palácio Iguaçu para discutir o impasse sobre a chapa que disputará o Senado ao lado de Cida Borghetti (PP). Beto quer ser candidato único, mas as manobras dele para retirar Alex Canziani (PTB) do páreo pegaram muito mal no grupo.
“Todo mundo saiu com aquilo engasgado da conversa. E no domingo vão conversar sobre o que fazer”, diz uma fonte ligada a Cida. “É quase certo que o Barros não quer mais o Beto”, diz outro membro da mesma coligação.
O que teria irritado Barros, principalmente, foi o tom de Beto, que implicaria uma ameaça de se retirar da chapa levando outros partidos. Segundo aliados de Barros, isso o levou a adotar sua estratégia de sempre. “O Ricardo já me disse que sempre que alguém truca ele manda cair. Depois pensa se grita seis” . Leia mais.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

Deixe seu pitaco