Servidores públicos são presos

MG1

Um médico do Samu de Maringá de Maringá e um policial militar estão entre os sete funcionários públicos que tinham mandados de prisão em aberto e que foram detidos ontem durante operação policial com apoio da Controladoria Geral do Estado.

MG1

A operação foi a primeira feita pela Divisão de Combate à Corrupção a partir do cruzamento de dados do funcionalismo, fornecidos pela CGE, com o banco de informações sobre os mandados em aberto a serem cumpridos pela polícia. Foram detidos cinco homens e uma mulher que tinham contra eles ordens de prisão pelo cometimento de diversos ilícitos, segundo o delegado Renato Figueroa. Estão na lista um professor de ensino médio, uma agente educacional, um agente penitenciário, um técnico em enfermagem, um professor contratado por Processo Seletivo Simplificado (PSS), um policial militar, que já estava detido no Batalhão de Guarda da Polícia Militar do Paraná, e um médico que trabalha no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência em Maringá. Uma pessoa ainda não foi encontrada pela polícia. Leia mais. (Foto: Cristina Seciuk/CBN Curitiba)

PS – O blog soube que o médico do Samu está foragido. Seu mandado de prisão é por pensão alimentícia.

MG1

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.