Aliança ameaçada

De Narley Resende:

Caso o PSDB confirme sua saída da coligação de apoio à reeleição da governadora Cida Borghetti (PP), como sugeriu o ex-ministro Ricardo Barros (PP), no início da semana, outras legendas do “chapão” podem debandar.

O presidente do PSB, Severino Araújo, desconsidera a hipótese de uma aliança sem a candidatura ao Senado do ex-governador Beto Richa, presidente do PSDB estadual. Com cinco deputados estaduais e três federais, o PSB rechaça a possibilidade levantada por Barros.
Segundo Severino, o acordo firmado no fim de abril, mês em que Richa renunciou ao governo, era claro ou determinar a candidatura de Cida Borghetti ao governo e Beto Richa ao Senado. Esse cenário, segundo ele, foi inclusive combinado com a Executiva nacional do PSB. Leia mais.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.