Brasil

A Coluna do Estadão informa que Fernando Haddad (PT), de forma discreta, negocia cargos com o Centrão.

Segundo o jornal, ele quer oferecer as pastas da Agricultura e das Cidades para o PP, aquele que tem como tesoureiro o maringaense Ricardo Barros.
BR18 diz que o candidato do PT, questionado sobre a proposta de um 13º para beneficiários do Bolsa Família de Jair Bolsonaro, a classificou de “contraditória”.
“Por que depois de 15 anos batendo no programa, do jeito dele que a gente conhece, uma maneira agressiva de se referir às pessoas, vem com essa ideia agora? Me parece contraditório”, disse o presidenciável petista. Segundo ele, “se tem alguém que criticou o Bolsa Família e, de certa maneira, humilhou seus beneficiários ao longo dos últimos dez anos, foi o meu adversário”.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.