Assinatura de ordem de serviço para casas tem ato de apoio ao prefeito

A cerimônia de assinatura da ordem de serviço para a construção de 49 unidades habitacionais em Iguatemi, hoje à tarde, tornou-se um ato de apoio ao prefeito Ulisses Maia, que ultimamente vem recendo críticas de parte da mídia e do Legislativo.

Representante do distrito, o vereador Onivaldo Barris (PHS) discursou com tom de defesa do prefeito e de repúdio às atitudes de algumas pessoas, em especial do vereador William Gentil (PTB), que mudou da água para o vinho após a eleição e passou a criticar o chefe do Executivo sem mais nem por quê. “É uma pena que ele não está aqui. Ele se coloca como vereador de Iguatemi, mora aqui, apesar de ser de Maringá, da Vila Vardelina. (…) Que cesse o discurso e que falem as obras!”, disse Barris, depois de uma fala empolgada, em que reconheceu que nem gaguejou.
Também o presidente da Câmara de Maringá falou de recentes críticas ao prefeito, inclusive de gente da imprensa. “Temos a obrigação de dizer: as obras estão sendo feitas, mas sem dinheiro a imprensa não divulga, só divulga coisa ruim”, resumiu, lembrando que o prefeito foi apontado por críticos em redes sociais, vejam só, por ser responsável pelo temporal ocorrido no final de semana.
O investimento de R$ 4 milhões em recursos próprios, as 49 casas, com área de 48,85m², serão destinadas às famílias cadastradas que tenham renda familiar de até R$ 1,8 mil mensais.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.