Sem chance

A notícia de que a advogada Rosângela Moro, mulher do ex-juiz Sergio Moro, iria assumir cargo no governo de Ratinho Junior foi publicada ontem por João Frey, da Gazeta do Povo, que atribuiu o convite ao deputado estadual Ney Leprevost, futuro secretário de Justiça, Trabalho e Família.

No final da tarde, o site O Antagonista, uma espécie de porta-voz do futuro ministro da Justiça, informou que a notícia não procede e que Rosângela Moro não vai assumir cargo. “Ela nunca aceitaria o convite”, frisa.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.