Sociedade Rural anuncia novidades

Com a participação de mais de mil pessoas, a Sociedade Rural de Maringá anunciou na noite desta sexta-feira, em evento no parque de exposições, as novidades da Expoingá 2019. A feira, que vai acontecer de 9 a 19 de maio, poderá gerar cerca de 600 milhões de negócios e receber em torno de 550 mil pessoas, segundo a expectativa dos organizadores.

A presidente da SRM, Maria Iraclézia de Araújo, disse que a projeção de crescimento é de 5% em relação à feira passada, ainda que haja uma pequena quebra na safra de grãos este ano. “Nos anima saber que o país está retomando o crescimento devagar e buscando fazer as reformas necessárias para o equilíbrio de suas contas. Isso faz as pessoas acreditarem numa recuperação econômica e investirem em seus negócios. Assim, o agronegócio que já vinha bem, mesmo na crise, deverá ter um impulso ainda maior”, disse ela.

A Expoingá irá trazer novidades, abrindo espaço, por exemplo, para startups do agronegócio, já que as novas tecnologias têm servido como o principal motor para o desenvolvimento do campo. Nessa perspectiva, o Inova Agro e um seminário que irá debater as novidades da área, assim como está confirmado o II Hackathon Inova Agro, uma maratona de programação destinada ao desenvolvimento de soluções para a agropecuária.
Presente na solenidade, o governador Carlos Massa Ratinho Júnior, lembrou que o agronegócio é a matriz econômica do Estado e que por isso pretende melhorar muito a infraestrutura de rodovias e aeroportos para aumentar a capacidade de escoamento de safra e geração de negócios, mas citou que é preciso ainda “investir na qualificação de mão-de-obra para os novos postos de trabalho, que antes eram na terra e agora exigem o uso das novas tecnologias”.

“Nosso compromisso é que feiras como a Expoingá sejam cada vez mais fortes, porque colaboram na difusão dos novos conhecimentos, impulsionam o setor e movimentam a economia”, acrescentou o governador, que prometeu instalar o seu governo na feira agropecuária, industrial e comercial de Maringá e trazer o seu secretariado para despachar em Maringá.
Para o prefeito Ulisses Maia, que também participou do evento, “a Expoingá gera riquezas para Maringá, é a mais admirada festa da região, a que atrai o maior número de público, e por isso recebe todo o nosso apoio”. Além do prefeito, prestigiaram o evento, os deputados federais Luiz Nishimori, Ricardo Barros, Sargento Fahur e Sérgio Souza; os estaduais Delegado Jacovós, Do Carmo, Dr. Batista, Evandro Araújo, Homero Marcehsi e Soldado Adriano José. Ainda, o secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado, Norberto Ortigara, vereadores e representantes de outros poderes, assim como expositores, produtores e líderes rurais, empresários e representantes da imprensa.

Diversidade
Estando entre as cinco maiores feiras do pais dentro das mesmas características, que é reunir, além da agropecuária, a indústria, o comércio, entretenimento, cultura e gastronomia, a Expoingá, em sua 47ª edição, 24ª Internacional, reunirá 16 raças de bovinos e equinos, além de ovinos, caprinos, bubalinos e pequenos animais e contará com dezenas de eventos técnicos para discutir os últimos avanços da agropecuária.
Também será uma vitrine para a exposição, promoção e comercialização de produtos e serviços diversificados da indústria e comércio, indo dos lançamentos em maquinários agrícolas e automóveis, ao artesanato regional e os produtos da agroindústria familiar.
A novidade, em termos de atrativos, será a Exposição de Dinossauros, com dezesseis peças em tamanho original que trazem o realismo desses animais para o Parque de Exposições e, também, o Espaço Pet, que vai estar no pavilhão do Centro de Eventos.
Na parte cultural, serão oito shows com os maiores artistas nacionais do momento, na arena coberta, além de dezesseis apresentações na tradicional Barraca Universitária e mais de oitenta atrações regionais, no Palco Cultural. Somam-se ainda às atrações, três noites de rodeio com uma das companhias mais reconhecidas do Brasil.
O Camarote Brahma, presente na feira há três anos, vai estar repaginado, enquanto no parque de diversões, a principal novidade será uma roda gigante de 25 metros de altura com luzes de LED.
Atrações tradicionais, como a Fazendinha, vêm remodeladas procurando oferecer mais diversidade, enquanto novos espaços, como a instalação de um futuro museu do agronegócio, chamado Agromuseu, será apresentado ao público.

Solidariedade e ingressos
A Sociedade Rural anunciou ainda que serão mantidos dois dias (9 e 13) de portões abertos para que todas as famílias possam passear e se divertir na feira. Os ingressos para o parque terão o mesmo valor do ano passado: R$ 12 (inteiro) e R$ 6 (meio ingresso).

(Texto e fotos: SRM)

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.