Barros nomeia ex-secretária

O deputado federal Ricardo Barros tem agora 17 assessores na Câmara dos Deputados. Entre os mais recentementes nomeados está Terezinha Beraldo Pereira, irmã do ex-prefeito petista José CLáudio Pereira Neto, ex-secretária da Mulher de Maringá, ex-assessora da Prefeitura de Curitiba e do governo do estado. Ela foi nomeada no cargo de secretário parlamentar no dia 22.

Desde o 1º de abril, Majorie Catherine Capdeboscq, ex-assessora da Juventude da gestão Pupin/Barros, R$ 4.476,58 mensais. Ivonei Gadonski Voinarski, suplente de vereador pelo MDB de São João do Triunfo, Daniel Coordeiro, que disputou a vereança em Curitiba em 2012, e Camila Gonçalves de Almeida, ex-assistente da Coordenadoria do Cerimonial e de Relações Internacionais do governo Beto Richa/Cida Borghetti, foram os outros nomes, entre março e abril.

VERRI
Detentor do maior número de assessores em atividades, o deputado Enio Verri nomeou mais dois: o maringaense Kleber Juliano Mussnich Braulino e Rogério Martins Garcia. Agora, ele tem 24 assessores nomeados.

FAHUR
No dia 22 o deputado federal Sargento Fahur (PSD), o mais votado do Paraná, nomeou Maycon Sampaio Zanetti como secretário parlamentar.
Vem a ser seu décimo assessor, um dos números mais baixos entre os parlamentares. Maycon é policial militar desde 2013 e trabalhava no 3º Comando Regional de Polícia Militar, em Maringá. É o primeiro PM da ativa a integrar seu gabinete.

NISHIMORI
Já o deputado Luiz Nishimori chegou aos 22 assessores nomeados, sendo os mais recentes: Douglas José de Sales, Gabriel Borgert, João Martins Frigo, Laura Hiroko Tamaru, Maria Aparecida Arrias de Lima, Maria Salete Fragoso Broto e Rosemery Aparecida Lavgnoli Molina.

(Foto: Jornal do DF)

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.