Seja como o sol…

…”que não espera recompensa, não espera lucros, nem espera elogios. Simplesmente brilha!…”

Lendo esta postagem, ocorreu-me dirigir-me ao responsável pela agência de propaganda, e pedir que não complique mais a liberação das verbas de publicidade, que a atual administração tenta licitar desde o primeiro ano da gestão e vem encontrando barreiras que parecem ter única e exclusivamente o interesse de prejudicá-la.
Sei que a ‘meta’ de qualquer empresa é lucrar, ter mais clientes, mas há situações em que o interesse público deve prevalecer. Não seja, você Sol, a ‘única’, neste momento, a atrapalhar. Forças ocultas parecem ter agido até aqui, mas o bom senso deve prevalecer. Campanhas de trânsito, combate ao mosquito da dengue, e outras, que podem ter levado a mortes, podem ter deixado de serem feitas.
Diz-se que todos viemos do ‘barro’ e ao ‘barro’ voltaremos, pensemos nisso. Não recorram, simplesmente para procrastinar.
Que sejam iluminados sempre pelo sol, astro rei, cuja distancia da terra foi milimetricamente calculada pela Inteligência Suprema, que rege a vida dos seres humanos. Se ficasse mais perto o calor poderia ser insuportável, um pouco mais longe, e o gelo complicaria a vida. Que essa empresa esteja aberta para captação das bênçãos que estão à disposição de todos os homens de boa vontade.
Akino Maringá, colaborador

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.