Boaventura contra projeto que homenageia Deltan Dallagnol

O advogado Humberto Boaventura (foto) reagiu a uma proposta polêmica (mais uma!) do vereador William Gentil (PTB), recordista no rodízio de assessores desta legislatura.

No início do mês ele protocolizou o projeto de lei 15.236/2019 para conceder o título de cidadão honorário de Maringá ao procurador federal Deltan Martinazzo Dallagnol, hoje, ao lado do ministro Sergio Moro, alvo de suspeitas por sua atuação na Lava Hato.
“O projeto é um escárnio visto que não há nada que comprove que o procurador realizou serviços que contribuíram concretamente para o progresso e desenvolvimento do município. Além disso é questionável atualmente sua idoneidade moral conforme revelado pelo Intercept Brasil em áudios de conhecimento público”, escreveu Boaventura.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.