Censo em Mandaguaçu aponta
melhoria na qualidade de vida

Maior concentração de renda e de casas próprias foram alguns dos resultados positivos apresentados pelo último Censo Municipal realizado em Mandaguaçu.

De acordo com o prefeito Maurício Aparecido da Silva, mais conhecido como Professor Índio, trata-se de um município em ritmo de ascensão social, com ampla qualidade de vida, onde 39,44% dos moradores ganham três salários mínimos mensais e apenas 2,17% sobrevivem com apenas um salário mínimo por mês.
A pesquisa, que foi realizada em todos os bairros e distritos de Mandaguaçu, contou com o auxílio de tablets para o levantamento dos dados acerca da população. Entre as informações apresentadas, destacou-se o expressivo número de pessoas que já realizaram o sonho da casa própria no município: 90,28% dos moradores vivem em residências próprias. Em casas alugadas estão 8,27% da população, em casas cedidas 1,31% e há 0,14% de casos de posse.
Entre os bairros com maior concentração de casas próprias, o Censo Municipal destacou: Conjunto Habitacional Lagoa Dourada, Jardim Ana Ligia, Jardim Atlântico I, Jardim Bela Vista II, Jardim das Américas, Jardim Nova Aliança, Jardim São Rafael, Parque Ouro Verde, Recanto dos Ypês I, Vila Carnelos, Vila Guadiana, Vila Santa Luzia, entre outros.
Moradora da Vila Guadiana há 30 anos, a enfermeira Andréia Bertália conta que ela e o marido compraram o terreno e depois construíram a casa em que vivem hoje, desfrutando das condições e benefícios ofertados.
Outro aspecto considerável apontado pelo Censo Municipal foi a renda familiar mensal. A porcentagem de habitantes que recebem três salários mínimos é bastante expressiva no painel geral do município e representa 39,44% da população. Já 26,51% ganham quatro salários mínimos; 15,58% faturam acima de quatro salários mínimos mensais. Apenas 16,3% recebem dois salários mínimos e somente 2,17% vivem com um único salário mínimo por mês. Vale lembrar que as rendas mais altas estão concentradas tanto em bairros antigos quanto em mais novos, como a Vila Guadiana, Jardim das Américas, Jardim Nova Aliança, Parque Ouro Verde, entre outros.
A prosperidade do município tem despertado a atenção de habitantes de outras localidades, tanto que, atualmente, 27% da população de Mandaguaçu corresponde a migrantes de outras cidades e estados, que escolheram o município para fixar residência nos últimos cinco anos. Mandaguaçu conta com 33.546 habitantes, dos quais 31.775 vivem na área urbana e 1,731 na zona rural.
“O crescimento do nosso município é visível com os novos loteamentos, a liberação rápida de documentação e isso permite o crescimento de nossos cidadãos. O que reflete na melhoria do poder aquisitivo e na compra ou construção da casa própria. Mandaguaçu é a cidade do presente e do futuro”, destacou o prefeito. (Assessoria)

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.