Palmeirenses e corintianos,
unamo-nos

Considerando que a fraternidade, o amor ao próximo é um dever de todos os seres humanos e é pregada pelos cristãos, no esporte, entre os torcedores não poderia ser diferente. Por esta razão, em nome dos palmeirenses de bom coração, conclamo a todos os corintianos para que nos unamos para torcer para que timão (nunca imaginei falar isso), vença o Flamengo hoje.

Afinal o Corinthians vive uma crise e não seria bom que perdesse mais uma partida. Pelo menos um empate, por favor.

Brincadeiras, à parte, que a rivalidade jamais leve a brigas desentendimentos e entre o futebol e amor, que digamos como um comediante do passado: que ‘futebor que nada’.

Akino Maringá, colaborador

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.