Obras retomadas

Reforma da praça Regente Feijó, desenhada por José Augusto Bellucci, volta a ser feita, mas moradores defendem outra ideia

Depois de idas e vindas por causa de abandono da obra por parte da empresa vencedora da licitação, a Prefeitura de Maringá retomou esta semana as obras na praça Regente Feijó, na confluência das avenidas Riachuelo e Paissandu, na Vila Operária.

O local permaneceu anos cercado por tapumes desde que a reforma foi abandonada, em junho de 2022, alguns dos quais caíram e o local, onde funciona o Centro Esportivo Luiz Moreira de Carvalho, foi tomado por moradores em situação de rua. Com a reforma, o projeto original da praça – de autoria de José Augusto Bellucci, o mesmo da Catedral de Nossa Senhora da Glória e do Grande Hotel – será desfigurado, assim como aconteceu com a praça Napoleão Moreira da Silva.

Mesmo com a retomada das obras, a maioria de comerciantes e moradores da região, em especial da Riachuelo até a avenida Laguna, é contra a reforma do centro esportivo, acreditando que o melhor caminho seria abrir a ciclovia na avenida Paissandu e transferir o centro esportivo para o Brinco da Vila, o que daria um novo visual ao bairro.