Suados e sujos

A administração Barros/Pupin disponibilizou um ônibus convencional sem ar-condicionado para fazer o transporte dos ministros e demais autoridades na visita a obras feitas com recursos federais e com problemas de sobrepreço. Com o calor que está fazendo hoje na cidade, a turma ficou suja e suada ao deixar o ônibus. O Expresso Erário percorreu o túnel da linha férrea rebaixada, e, segundo o TCU, superfaturada em pelo menos três contratos, e posteriormente as obras do Contorno Norte. A CR Almeida, que faz o rebaixamento apontado como superfaturado, doou R$ 250 mil para a campanha a senadora da atual ministra Gleisi Hoffmann, mulher do ministro Paulo Bernardo, que participou do evento. Da Sanches Tripoloni, que constroi o Contorno Norte, foram doados R$ 510 mil para a campanha da petista.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.