TJPR garante quarto de Juarez

Por maioria de votos, a 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Paraná deu provimento a recurso do maringaense Juarez Arantes, permitindo que ele permaneça no quarto 427 do Hotel Deville, onde reside há 16 anos. A desembargadora Denise Kruger Pereira entendeu que, diante das provas juntas aos autos, não há comprovação de que, depois da devida notificação, ele continuou a fumar nas dependências do estabelecimento.
O hotel moveu ação declaratória de rescisão de contrato com desocupação do quarto, o que foi concedido em primeira instância, com o estabelecimento de multa diária por descumprimento, e em março passado o empresário conseguiu uma liminar do TJPR, que, no dia 2 de setembro, julgou o mérito do agravo de instrumento, publicado ontem.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.