Proposta de Evandro Araújo amplia direitos do consumidor

Evandro Araújo

Estabelecimentos comerciais, bares, restaurantes e similares terão que colocar aviso na entrada para informar aos clientes as formas de pagamento aceitas no local.
O projeto de lei nº 205/2016, de autoria do deputado Evandro Araújo (PSC), foi aprovado hoje em primeira discussão.

Protocolado em maio, o projeto recebeu parecer favorável das comissões de Constituição e Justiça, Defesa do Consumidor e Indústria, Comércio, Emprego e Renda. Na semana que vem a proposta deverá ser votada em segunda discussão.
Para o deputado, “em vários casos, a falta de informação ou a disposição das informações em local inadequado causa constrangimentos aos consumidores. O cliente consome ou escolhe um produto e quando chega ao caixa é surpreendido com a recusa da forma de pagamento que dispõe no momento. Ninguém quer deixar os produtos que escolheu ou passar pelo constrangimento de não ter como pagar algo que já consumiu”.
O parlamentar argumenta ainda que antes de protocolar o projeto observou vários estabelecimentos e percebeu que muitos só colocavam a informação sobre formas de pagamento no caixa. Fazendo uma comparação, justifica o parlamentar, é como colocar o preço na vitrine. O consumidor só entra se tiver a forma de pagamento aceita pelo estabelecimento.
O Código de Defesa do Consumidor, ao se referir às informações sobre produtos – como preço, garantia, prazos de validade, entre outros -, não especifica onde a informação deve estar. Dessa forma, a proposta amplia e garante os direitos do consumidor.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.